domingo, 15 de setembro de 2013

Setembro/2013 - Vinho Indomita Varietal Carmenere 750ml

Pessoal,

Para dar inicio as minhas postagens sobre vinhos trago um vinho chileno tinto, elaborado a partir de uvas viníferas da variedade Carmenere. Um vinho colorido vermelho escuro com matizes violetas. Seus aromas lembram fruta selvagem (passas de Corinto pretas, amoras e frutas silvestres, os truffles e as violetas), combinado com a personalidade e sabor típico de Carmenere (Descrição do produto).


(Vinho Indomita Varietal Carmenere 750ml)

Teor alcoólico: 13,5%
Ano: 2008
Preço médio da garrafa: R$ 20,90
Comentários: Vinho com um excelente custo beneficio, bem leve e fácil de beber.

Carménère

Carménère é uma casta de uva, originalmente da região do Médoc (Bordéus, França), onde era usada para a produção de vinhos tintos intensos e ocasionalmente para mistura de modo semelhante à casta Petit Verdot. Os cachos dessa cepa possuem frutos que variam entre os tamanhos pequeno e médio e cores que tendem ao preto azulado. Na Europa, as videiras desta variedade foram dizimadas por uma praga e substituídas por outras castas mais resistentes. Atualmente, é exclusiva do Chile.

(Uva carménère)
História

A casta Carménère foi uma das mais amplamente cultivadas em inícios do século XIX no Médoc e Graves. Na década de 1860 as videiras europeias desta variedade foram dizimadas pela filoxera, um insecto diminuto que afeta as folhas e a raiz sugando a seiva das plantas, e substituídas por outras castas menos sensíveis, como a Merlot.
Julgada extinta foi redescoberta em 1994 no Chile por um ampelógrafo francês, chamado Jean-Michel Boursiquot, que notou que algumas cepas de Merlot demoravam a maturar. Os resultados de estudos realizados concluíram que se tratava na realidade da antiga variedade de Bordeaux Carménère, cultivada inadvertidamente, misturada com pés de Merlot.
Levada por engano aos vales vinícolas chilenos, a Carménère se adaptou ao clima agradável e aos solos férteis obtendo êxito ao ponto de ser considerada uma das uvas mais importantes do Chile por sua qualidade e sabor excepcional. É no Vale do Colchagua onde está seu maior cultivo, que se mantém restrito ao Chile devido à fragilidade da cepa, que sobrevive graças ao bom clima e solo, mas sobretudo, ao isolamento físico e geográfico criado por barreiras naturais como o Oceano Pacífico, o Deserto do Atacama, a Cordilheira dos Andes e as águas frias do provenientes do Polo Sul, que protegem essa região de pragas.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carm%C3%A9n%C3%A8re

Na próxima postagem falarei sobre o local que visitei e foi exatamente onde degustei este vinho.

Abraço,
IM.

9 comentários:

  1. Olá IM, também sou um apreciador de vinhos amador e o assunto me interessa muito. Não conheço este vinho, mas os vinhos chilenos, especialmente os Carmenere, em geral apresentam boa relação custo-benefício. Vou procurar experimentá-lo para poder dar o meu parecer.

    Quem sabe eu não abro espaço no Blog para também falar sobre vinhos. Gostei muito da ideia inovadora.

    ps.: Já te adicionei ao Blogroll. Agradeço se puder fazer o mesmo.

    Abraços,

    Blog Economicamente Incorreto
    http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala EI,

      Blz o espaço aqui está aberto para conversarmos sobre vinhos se quiser deixar alguma sugestão fique a vontade!

      Pois é vinho é um campo bem vasto com histórias e tradições bem legais que nós podemos explorar como passa tempo enquanto estamos na busca da IF.

      Abraço,

      IM.

      Excluir
    2. Pensava como o amigo!
      Hoje vejo completamente de forma diferente.

      Excluir
  2. Adicionei você à minha lista. Peço por favor o mesmo.

    Boa sorte com o blog! Sucesso!

    ResponderExcluir
  3. não pago mais do que 10 reais em uma garrafa de vinho. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk.. isso é uma questão de gosto e hobby.. se formos parar para analisar com certeza vai ter alguma coisa onde vc não se incomoda em gastar e eu provavelmente não daria um tostão! é td mt relativo..

      Obrigado pela visita.

      Abraço,

      IM.

      Excluir
    2. Kkk, tbm pensava co,o o amigo!
      10 reais era o máximo, só que tinha que beber delgrano, cantinho da serra, galioto etc...
      Vivia com azia e dor de cabaça o tempo todo. Rsrs

      Excluir
  4. não pago mais do que 10 reais em uma garrafa de vinho. rs

    ResponderExcluir